O Bragantino está de volta aos torneios internacionais após 25 anos. Turbinado pelos investimentos da Red Bull, o time de Bragança Paulista terminou o Brasileirão 2020 em 10º lugar e disputará a Copa Sul-Americana 25 anos após a sua última participação na Copa Conmebol, que jogou em três oportunidades.

A estreia do Massa Bruta em torneios internacionais foi na Copa Conmebol de 1992. Na ocasião, o então vice-campeão brasileiro enfrentou o Grêmio-RS na primeira fase. Após dois empates (2 a 2 e 1 a 1), o time paulista levou a pior nos pênaltis, por 7 a 6, e foi eliminado antes de enfrentar alguma equipe estrangeira.

No ano seguinte, voltou à competição após o quarto lugar no campeonato nacional. Mais uma vez enfrentou um conterrâneo na primeira fase: o Botafogo. Contra os cariocas, o Bragantino acabou derrotado duas vezes (3 a 1 e 3 a 2) e se despediu novamente na fase inicial.

A terceira participação aconteceu em 1996. Sexto lugar no Brasileirão do ano anterior, a equipe de Bragança Paulista enfrentou o Palmeiras na primeira fase. Jogando em casa, o Massa Bruta goleou por 5 a 1 e abriu larga vantagem. Na volta, o alviverde venceu por 3 a 0, insuficientes para superar o time do interior.

Nas quartas de final, o Bragantino finalmente fez seu primeiro jogo internacional. Em Bogotá, na Colômbia, o alvinegro enfrentou o Santa Fé e acabou derrotado por 1 a 0. Na volta, o empate sem gols selou a eliminação do Bragantino, que ficou na lanterna do Brasileirão e só não foi rebaixado por conta de uma virada de mesa. Caiu em 1998 e retornou apenas em 2020.

A estreia do Red Bull Bragantino na Copa Sul-Americana será contra o Tolima-COL, em casa. A equipe está no Grupo G e também enfrentará Talleres-ARG e Emelec-EQU. Apenas o líder da chave segue adiante.

Confira o retrospecto do Bragantino em competições sul-americana:

Deixe uma resposta