A Série A3 do Campeonato Paulista começa neste fim de semana e a grande maioria dos treinadores que iniciam a competição ainda buscam o primeiro acesso nesse escalão. Dos 16, apenas cinco já têm uma subida para a Série A2 no currículo. Nos últimos anos porém, os técnicos novatos tiveram mais sucesso.

Comandando o Noroeste pelo segundo ano consecutivo, Luiz Carlos Martins é quem mais acumula acessos da Série A3 para a Série A2. Ao todo, são quatro, incluindo um com o próprio Noroeste em 1995. Também subiu Matonense (1996), União Barbarense (1997) e Guaçuano (1992). Em 2020, o time liderou a primeira fase, mas acabou perdendo a semifinal contra o Velo Clube.

Também com muito sucesso na divisão, Edison Só estará comandando o Linense em 2021. O técnico já foi bicampeão da competição com Sertãozinho (2004) e Botafogo (2006). Também conseguiu a subida com a Ferroviária (2007).

A lista de técnicos com acessos ainda conta com Márcio Ribeiro (Água Santa 2014), João Martins (Osvaldo Cruz 2009) e Guilherme Alves (Novorizontino 2013).

Últimas temporadas
Nas últimas três edições, a Série A3 viu treinadores inéditos conquistarem o acesso. Em 2020, Cléber Gaúcho levou o Velo Clube ao título tendo o EC São Bernardo, de Renato Peixe, como vice. Em 2019, os acessos foram conquistados por Robélio Cavalinho e Régis Angeli, com Osasco Audax e Monte Azul, respectivamente. Por fim, em 2018, Betão Alcântara foi campeão com o Atibaia – já havia subido o Rio Preto anteriormente -, enquanto Sérgio Guedesfoi o vice com a Portuguesa Santista.

Confira os 16 técnicos da Série A3 2021:

Deixe uma resposta