MIRASSOL É O MELHOR DO INTERIOR PELO SEGUNDO ANO SEGUIDO E QUEBRA TABU DE 30 ANOS

Pelo segundo ano consecutivo o Mirassol foi o melhor time do interior no Paulistão. Terceiro colocado no ano passado, o Mirassol terminou em quarto em 2021 e quebrou um tabu que já durava três décadas, já que em 1989 e 1990 o Bragantino foi o último time interiorano a chegar entre os quatro melhores do campeonato em dois anos consecutivos (levantamento de Bruno Miotto).

Continuar lendo “MIRASSOL É O MELHOR DO INTERIOR PELO SEGUNDO ANO SEGUIDO E QUEBRA TABU DE 30 ANOS”

OESTE DOMINA, ÁGUA SANTA INVICTO E OUTRAS CURIOSIDADES DA PRIMEIRA FASE DA SÉRIE A2

Ruben Fontes Neto

A primeira fase da Série A2 chegou ao fim. Apenas sete equipes – classificado, o Red Bull Brasil não pode subir – seguem em busca do acesso para o Paulistão. Destaques na fase inicial, o Oeste fez uma das melhores campanhas da história, enquanto o Água Santa terminou invicto. Por outro lado, Sertãozinho e EC São Bernardo voltam para a Série A3. Confira o que de principal aconteceu nas 15 primeiras rodadas:

Continuar lendo “OESTE DOMINA, ÁGUA SANTA INVICTO E OUTRAS CURIOSIDADES DA PRIMEIRA FASE DA SÉRIE A2”

SÉRIE A2: QUATRO DAS OITO VAGAS E REBAIXAMENTOS ESTÃO DEFINIDOS; VEJA PROJEÇÃO DA RODADA FINAL

A 14ª e penúltima rodada da primeira fase da Série A2 foi disputada na tarde desta quarta-feira (12) e definiu a situação da maioria das equipes que disputam a competição. Além de Oeste e Água Santa, Rio Claro e Atibaia também garantiram a classificação antecipada. Por outro lado, EC São Bernardo e Sertãozinho estão rebaixados antes da rodada final. Confira a situação de cada equipe na rodada final:

Continuar lendo “SÉRIE A2: QUATRO DAS OITO VAGAS E REBAIXAMENTOS ESTÃO DEFINIDOS; VEJA PROJEÇÃO DA RODADA FINAL”

SÉRIE A2 – 11ª RODADA: OESTE E ÁGUA SANTA SE CLASSIFICAM; SERTÃOZINHO SE APROXIMA DO REBAIXAMENTO

Rebaixados em 2019, Oeste e Água Santa seguem firmes para repetir o feito que São Caetano e São Bento conquistaram na temporada passada (retornar no ano seguinte pós-queda). Os times de Barueri e Diadema são os primeiros classificados para as quartas de final. No outro extremo da tabela, EC São Bernardo e Sertãozinho estão cada vez mais perto do retorno para a Série A3.

Continuar lendo “SÉRIE A2 – 11ª RODADA: OESTE E ÁGUA SANTA SE CLASSIFICAM; SERTÃOZINHO SE APROXIMA DO REBAIXAMENTO”

SÉRIE A2: OESTE E ATIBAIA SÃO OS MELHORES DA ‘CORRIDA DE 100 METROS’

Foram seis jogos em 11 dias. O que muitos chamam de maratona, mais pareceu uma corrida de 100 metros, tamanha a velocidade com que o calendário da Série A2 correu. Após um período insano, que chegou ao fim, Oeste e Atibaia saem como os maiores vencedores, enquanto o Red Bull Brasil foi quem mais perdeu posições.

Continuar lendo “SÉRIE A2: OESTE E ATIBAIA SÃO OS MELHORES DA ‘CORRIDA DE 100 METROS’”

SÉRIE A2 – 9ª RODADA: LÍDERES TROPEÇAM, JUVENTUS FAZ ESCALADA E PORTUGUESA ENCOSTA NO G8

Juventus

A nona rodada da Série A2 teve poucos gols, mas não deixou de ser movimentada. O Oeste perdeu a invencibilidade, mas segue líder, já que os outros ponteiros também tropeçaram. O Juventus foi um dos poucos times a vencer a conseguiu saltar na classificação, que também viu a Portuguesa encostar no G8.

Os quatro primeiros colocados acabaram tropeçando na rodada. O Oeste perdeu, mas segue líder porque o Água Santa apenas empatou com o Rio Claro. O Atibaia subiu para a terceira colocação após também ficar na igualdade contra o EC São Bernardo, enquanto o XV de Piracicaba foi derrotado pela primeira vez no campeonato, em casa, para o Taubaté.

A maior subida, porém, foi do Juventus. A equipe enfrentou o lanterna Sertãozinho e após sair atrás do placar conseguiu a virada. O resultado fez com que o time saltasse da 9ª para a 5ª colocação.

Quem também venceu foi a Portuguesa. A vitória simples sobre o líder Oeste fez com que a Lusa ficasse apenas um ponto atrás do G8. Com um confronto direto na próxima rodada, o time rubro-verde pode voltar à zona de classificação após sete rodadas.

Por fim, Velo Clube e Taubaté também conseguiram vitórias importantes, que os afastam da zona de rebaixamento, atualmente ocupada por EC São Bernardo e Sertãozinho.

Confira os resultados e a classificação da 9ª rodada:

EM RODADA DE EMPATES, ATIBAIA GOLEIA E SERTÃOZINHO SE COMPLICA

Se a rodada anterior não teve nenhum empate, a 8ª jornada da Série A2 registrou cinco igualdade nos oito jogos realizados. Após vencer um duelo direto com o Rio Claro, o Atibaia já subiu para o terceiro lugar. O Oeste perdeu os 100% de aproveitamento, mas segue na liderança isolada. Já na parte inferior da tabela, o Sertãozinho segue sem vencer e começa a se complicar na luta pela permanência.

Continuar lendo “EM RODADA DE EMPATES, ATIBAIA GOLEIA E SERTÃOZINHO SE COMPLICA”

SÉRIE A2 – 7ª RODADA: PORTUGUESA E AUDAX VENCEM A PRIMEIRA; OESTE SEGUE 100% EM RODADA SEM EMPATES

A sétima rodada da Série A2, disputada em sua totalidade neste sábado (24), teve fatos inéditos. Portuguesa e Osasco Audax conseguiram a primeira vitória enquanto Rio Claro e São Bernardo FC perderam a invencibilidade. Já o Oeste segue com 100% de aproveitamento após ganhar mais uma, mas ainda vê o Água Santa na cola. Curiosamente, nos oito jogos realizados, não houve empates.

Continuar lendo “SÉRIE A2 – 7ª RODADA: PORTUGUESA E AUDAX VENCEM A PRIMEIRA; OESTE SEGUE 100% EM RODADA SEM EMPATES”

SÉRIE A2 – 6ª RODADA: DISTÂNCIA DOS LÍDERES PARA O PELOTÃO INTERMEDIÁRIO AUMENTA

A Série A2 do Campeonato Paulista teve toda a sua sexta rodada disputada nesta quinta-feira (22). Dos seis primeiros colocados, apenas o XV de Piracicaba não venceu, o que também aconteceu com os times que ocupam a sétima colocação para baixo. Com isso, a distância dos líderes para o pelotão intermediário aumentou e as primeiras classificações começam a se desenhar.

Continuar lendo “SÉRIE A2 – 6ª RODADA: DISTÂNCIA DOS LÍDERES PARA O PELOTÃO INTERMEDIÁRIO AUMENTA”

SÉRIE A2 – 5ª RODADA: RIO CLARO VENCE O DÉRBI E OESTE SE ISOLA NA LIDERANÇA

A Série A2 do Campeonato Paulista voltou a ser disputada após mais de um mês paralisada com os oito jogos sendo disputados nesta terça-feira (20). Na partida de maior destaque da retomada, o Rio Claro venceu o Velo Clube por 4 a 3 no dérbi local. A rodada ainda teve o Oeste se isolando na ponta e o EC São Bernardo somando os primeiros pontos.

O dérbi de Rio Claro foi disputado pela segunda vez fora da cidade (saiba mais no FAQ do dérbi) e teve emoção de sobra. Em um jogo de sete gols, a equipe azulina levou a melhor e saltou para a quarta colocação. Derrotado de virada, o time veslita fica no meio da tabela.

Liderança isolada
Água Santa, XV de Piracicaba e Oeste iniciaram a rodada com 100% de aproveitamento. Os dois primeiros se enfrentaram no interior e não saíram do 0 a 0. O time de Diadema segue sem levar gols após cinco jogos. A liderança, porém, é do Oeste, que venceu mais uma vez (4 a 0 sobre o Red Bull Brasil) e se isolou na ponta.

Mudança na zona de rebaixamento
Sem somar pontos antes da pausa, o EC São Bernardo venceu pela primeira vez no campeonato. Mesmo jogando como mandante em Taubaté, o time do ABC ganhou do Monte Azul de virada e saiu da zona de rebaixamento, que agora é ocupada por Osasco Audax e Sertãozinho, que empataram entre si ontem na Grande São Paulo.

O primeiro time fora da zona de descenso é a Portuguesa. Campeã da Copa Paulista em 2020, a Lusa segue sem vencer e soma apenas três pontos em cinco jogos, sendo a grande decepção do primeiro terço da fase inicial do campeonato.

Confira os resultados e classificação da 5ª rodada:

APENAS OITO EQUIPES JÁ DERROTARAM OS QUATRO GRANDES EM UMA MESMA EDIÇÃO DO PAULISTÃO

Por Ruben Fontes Neto

Os grandes Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo são, sem dúvidas, os mais temidos times a serem enfrentados no Paulistão. Maiores vencedores do estadual, eles levam vantagem histórica sobre os demais concorrentes. Vencê-los uma vez já é motivo de comemoração. As equipes que venceram os quatro ao longo da história já consideram uma glória. Porém, apenas oito equipes do futebol paulista fizeram a quadra sobre os grandes em uma única edição do Paulistão. Confira abaixo quem são.

>>> Siga o 1902futebol no Instagram
>>> Siga o 1902futebol no Twitter

A Portuguesa Santista estreou no Paulistão em 1929, mas somente em 1935 passou, de fato, a fazer parte da elite estadual. Naquele mesmo ano, o Santos faturava seu primeiro Campeonato Paulista. No ano seguinte, então, cada um do quarteto detinha ao menos um título da elite estadual pela primeira vez. O Corinthians somava 8 conquistas, o Palmeiras 5 e o São Paulo tinha sido campeão em 1931. No entanto, isso não amedrontou a Portuguesa Santista, que se tornou o primeiro time a vencer os quatro em uma edição do Paulistão. Ao final do torneio, a equipe rubro-verde foi 3ª colocada.

Somente após 16 anos o feito voltou a acontecer. Quinta força do futebol paulista na metade do século passado, a Portuguesa conseguiu pela primeira vez derrotar os seus maiores rivais em uma mesma edição do Paulistão em 1952. Embalada, a rubro-verde ainda voltaria a repetir o feito em mais quatro ocasiões: 1960 (vice-campeã), 1964 (3ª colocada), 1975 (vice-campeã) e 1977 (3ª).

Além da Portuguesa, o Guarani também conseguiu derrotar os quatro grandes em 1964. Bem estabelecido na elite, o Bugre foi apenas o sétimo colocado naquela edição. Apesar disso, a campanha entrou para a história ao conseguir derrotar os maiores vencedores do torneio com direito a 5 a 1 sobre o Santos de Pelé, que perdeu um pênalti na partida.

Quem mais?

Com um grande time, a Ferroviária fez bela campanha em 1969 e terminou em sexto lugar. Jogando duas vezes contra cada um dos grandes, conseguiu fazer a quadra o que a deixou com chances de classificação para o quadrangular final faltando seis rodadas. O time, porém, sofreu uma queda de rendimento nos últimos jogos e não conseguiu se infiltrar na disputa pela taça.

Em 1978, o Guarani foi campeão brasileiro. Logo após o torneio, houve a disputa do Paulistão. O Bugre manteve a boa fase e fez ótima campanha no estadual, vencendo novamente os principais concorrentes pelo título. Na semifinal, entretanto, acabou derrotado pelo Santos e dando adeus ao campeonato.

Em 1980, duas equipes alvinegras entraram para o seleto grupo. A Inter de Limeira, em apenas seu segundo ano na elite, surpreendeu e terminou em sexto lugar com direito a vitórias sobre Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo. Já o Comercial foi apenas o 10º, mas também conseguiu derrotar o quarteto.

O alvinegro de Ribeirão Preto conseguiria um feito inédito em 1981, quando mais uma vez derrotou os quatro grandes. Pela primeira vez um clube conquistava a marca de forma consecutiva. Além do Comercial, o arquirrival Botafogo, o Guarani e o São José também conseguiram vencer Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo. Assim, pela primeira vez quatro equipes conseguiam fazer a ‘quadra’ em uma mesma edição. Apesar disso, o São Paulo foi o campeão.

Campeões prejudicados

A lista poderia contar com mais dois elementos que foram campeões paulistas. Em 2004, o São Caetano faturou o título após 15 jogos. Porém, como estava em grupo diferente do que o Corinthians na primeira fase, não enfrentou o alvinegro, que não se classificou para o mata-mata.

Já o Ituano, campeão de 2014, estava no mesmo grupo do Corinthians, mas o regulamento previa que eles só se enfrentariam nas quartas de final. O time alvinegro foi o terceiro da chave, atrás também do Botafogo, e ficou de fora do caminho.

Tanto São Caetano quanto Ituano venceram Palmeiras, Santos e São Paulo na campanha dos títulos estaduais.

Próximo da lista

Com o Paulistão 2021 paralisado após quatro rodadas disputadas, quem, em tese, está mais próximo é o Novorizontino, que derrotou o São Paulo. Essa, inclusive, é a única derrota do quarteto fora dos clássicos no estadual. O time aurinegro ainda enfrenta Corinthians e Santos na primeira fase e, se conseguir se classificar, poderia encarar o Palmeiras nas quartas de final.

Vale destacar, porém, que todas as outras 11 equipes ainda têm chances considerando os confrontos restantes da primeira fase e possíveis cruzamentos do mata-mata.

Grandes do Paulistão

SÉRIE A2: QUATRO VENCEM PELA PRIMEIRA VEZ E LÍDERES SEGUEM 100%

A Série A2 do Campeonato Paulista teve sua quarta rodada disputada no fim de semana. O destaque ficou por conta da vitória do São Bernardo FC no dérbi de São Bernardo do Campo. A dupla rio-clarense Rio Claro e Velo Clube também venceu pela primeira vez no campeonato, assim como o Juventus. Água Santa, Oeste e XV de Piracicaba seguem com 100% de aproveitamento.

No jogo mais esperado da rodada, o São Bernardo FC venceu o EC São Bernardo e conquistou sua primeira vitória na competição. Por outro lado, o rival segue zerado e ocupa a lanterna do torneio.

A rodada também registrou a maior goleada até o momento do torneio, com o Rio Claro fazendo 4 a 1 no Red Bull Brasil em Bragança Paulista. Essa também foi a primeira vitória da equipe, que agora também tem o artilheiro do torneio após Jair marcar mais uma vez

Com vitórias sobre Portuguesa, Monte Azul e Sertãozinho, respectivamente, XV de Piracicaba, Oeste e Água Santa seguem com 100% de aproveitamento. O time de Diadema, ainda sem sofrer gols no torneio, lidera.

Confira abaixo os números da Série A2:

Jogos: 32
Vitória de Mandantes: 11
Vitória de Visitantes: 10
Empates: 11
Resultado mais frequente: 0x0, 0x1, 1×0 e 1×1 (4)
Maior goleada: Red Bull Bragantino 1×4 Rio Claro (4ªR)

Gols: 68 (média 2,13)
Gols de mandantes: 32
Gols de visitantes: 36
Gols no 1º tempo: 34
Gols no 2º tempo: 34
Gols de pênaltis: 6
Gols de falta: 2

Melhores ataques: Oeste, Água Santa e Rio Claro (7 gols marcados)
Pior ataque: EC São Bernardo (0 gols marcados)
Melhor defesa: Água Santa (0 gols sofridos)
Pior defesa: Portuguesa (8 gols sofridos)

Artilheiros
3 gols: Jair (Rio Claro)
2 gols: Kadu e Lucas Duni (Velo Clube), Dener (Sertãozinho), Denilson (Rio Claro), Iago Teles (Red Bull Brasil), Juninho Potiguar e Marlyson (XV de Piracicaba), Léo Costa (Portuguesa Santista), Luiz Fernando (Taubaté), De Paula (Oeste), Raphael Luz (Portuguesa) e Renato Júnior (Água Santa)

Confira os resultados e classificação da 4ª rodada:

SÉRIE A2 TEM PRIMEIRA VITÓRIA POR TRÊS GOLS E VISITANTES FAZENDO A FESTA

A terceira rodada da Série A2 foi disputada nesta quarta-feira (10) com todas as 16 equipes em campo. Dos oito jogos, quatro terminaram empatados e apenas o Oeste conseguiu vencer jogando em seus domínios. O time é um dos líderes do torneio. Os outros são o XV de Piracicaba e o Água Santa, que fez o placar mais elástico da competição até o momento.

Após três rodadas, apenas sete equipes conseguiram vencer na competição. Três delas – Água Santa, Oeste e XV de Piracicaba – mantém 100% de aproveitamento e dividem a liderança do torneio. O time de Diadema, que ainda não sofreu gols, leva vantagem no saldo de gols (6x4x3). O Netuno fez o placar mais elástico da competição ao vencer a Portuguesa por 3 a 0, no Canindé

O fator casa não funcionou na rodada, já que somente o Oeste fez o dever e venceu jogando em seu domínio. Dos quatro empates, três não tiveram as redes balançando. Com isso a média de gols do campeonato despencou de 2,44 para 2,13. Confira abaixo os números do campeonato:

Jogos: 24
Vitória de Mandantes: 7
Vitória de Visitantes: 7
Empates: 10
Resultado mais frequente: 0x0 (4)
Maior goleada: Portuguesa 0x3 Água Santa (3ªR)

Gols: 52 (média 2,13)
Gols de mandantes: 24
Gols de visitantes: 27
Gols no 1º tempo: 27
Gols no 2º tempo: 24
Gols de pênaltis: 5
Gols de falta: 2

Melhores ataques: Oeste e Água Santa (6 gols marcados)
Pior ataque: EC São Bernardo (0 gols marcados)
Melhor defesa: Água Santa (0 gols sofridos)
Pior defesa: Velo Clube (7 gols sofridos)

Artilheiros
2 gols: Jair (Rio Claro), Dener (Sertãozinho), Iago Teles (Red Bull Brasil), Léo Costa (Portuguesa Santista), De Paula (Oeste), Marlyson (XV de Piracicaba) e Renato Júnior (Água Santa)

Confira os resultados da rodada e classificação do campeonato:

COPA DO BRASIL: COM ESTREIAS DE MARÍLIA E MIRASSOL, FUTEBOL PAULISTA CHEGARÁ A 36 REPRESENTANTES NA HISTÓRIA

A Copa do Brasil 2021 começa nesta quarta-feira para o futebol paulista com a Ponte Preta visitando o Gama-DF. Além da Macaca, a edição de 2021 ainda terá Palmeiras, Santos e São Paulo, que entram na segunda fase, e Corinthians, Red Bull Bragantino, Marília e Mirassol, que também iniciam na fase inicial. Os dois últimos farão as suas estreias na competição elevando o número de participantes paulistas na história para 36.

Palmeiras e Corinthians são os recordistas de participações, com 25 cada. O Verdão conquistou o seu quarto título no último fim de semana, enquanto o alvinegro soma três conquistas. São Paulo, Santos, Portuguesa, Ponte Preta e Guarani são os outros times que acumulam mais de 10 participações. Desses, apenas o Santos foi campeão. Os outros títulos paulistas foram conquistados por Santo André e Paulista.

Confira abaixo todos os participantes paulistas na história da Copa do Brasil:

APÓS DUAS RODADAS, SÉRIE A2 TEM 10 INVICTOS E NENHUMA GOLEADA

Torneio marcado pelo equilíbrio, a Série A2 do Campeonato Paulista não surpreende em seu início em 2021. O campeonato já teve duas rodadas disputadas e, das 16 equipes, 10 ainda estão invictas. O torneio também não registrou nenhuma vitória por três ou mais gols de diferença.

Após dois jogos realizados por cada equipe, três equipes tem pontuação máxima: Oeste, Água Santa e XV de Piracicaba. Por outro lado, quatro times não pontuaram: Sertãozinho, Velo Clube, Taubaté e EC São Bernardo.

Dos 10 jogos que terminaram em vitória, sete deles teve a margem mínima de diferença, enquanto três tiveram diferença de dois gols. Apesar disso, a média de gols do campeonato é de 2,44 por partida. Na segunda rodada, foram 23 gols em oito jogos, média de quase três por partida.

Confira os números gerais do torneio:

Jogos: 16
Vitória de Mandantes: 6
Vitória de Visitantes: 4
Empates: 6
Resultado mais frequente: 1×1 (3)

Gols: 39 (média 2,44)
Gols de mandantes: 20
Gols de visitantes: 19
Gols no 1º tempo: 20
Gols no 2º tempo: 19
Melhor ataque: Oeste, XV de Piracicaba e Portuguesa Santista (4 gols marcados)
Melhor defesa: Água Santa (0 gols sofridos)

Artilheiros
2 gols: Jair (Rio Claro), Iago Teles (Red Bull Bragantino), Léo Costa (Portuguesa Santista), De Paula (Oeste) e Marlyson (XV de Piracicaba)

Confira a classificação do campeonato: