SÉRIE A3: LINENSE E PRIMAVERA VENCEM FORA E RETORNAM PARA A SÉRIE A2

Estão definidos os acessos da Série A3 2021. Linense e Primavera fizeram história, venceram Nacional e Votuporanguense, respectivamente, fora de casa e estão de volta à Série A2 do Campeonato Paulista.

Continuar lendo “SÉRIE A3: LINENSE E PRIMAVERA VENCEM FORA E RETORNAM PARA A SÉRIE A2”

TÍTULO DO SÃO BERNARDO FC MANTÉM DOMÍNIO DO ABC NA SÉRIE A2

O São Bernardo FC venceu pela segunda vez na sua história a Série A2 do Campeonato Paulista. Após garantir o acesso, o time de São Bernardo do Campo venceu o Água Santa, de Diadema, nos pênaltis após empates em 0 a 0 e 2 a 2 nas duas partidas da final.

O título do aurinegro mantém o domínio do ABC na Série A2 do campeonato Paulista. Desde 2016, essa é a quinta conquista. Apenas em 2017, com o Guarani, as cidades de Santo André, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul não fizeram os campeões. Em 2022, o São Caetano jogará para manter a sequência, já que foi rebaixado no Paulistão um ano após seu último título.

Confira abaixo a lista de campeões da Série A2:

ÁGUA SANTA CONQUISTA SEU QUINTO ACESSO EM NOVE ANOS

O Água Santa está de volta ao Paulistão. O time de Diadema levou a melhor sobre o Rio Claro após dois jogos – 2×0 e 2×2 – e retorna para a elite um ano após a sua queda. Com apenas nove temporadas disputadas, o clube chega ao seu quinto acesso, o terceiro para a Série A1.

Continuar lendo “ÁGUA SANTA CONQUISTA SEU QUINTO ACESSO EM NOVE ANOS”

SÉRIE A2: OESTE E SÃO BERNARDO FC OPÕEM PROJETOS DE ‘FUTEBOL MODERNO’ DE JEITO DIFERENTE

Ruben Fontes Neto

Oeste e São Bernardo FC se enfrentam em busca de uma vaga no Paulistão 2022. As equipes são bons exemplos do que muitos chamam de ‘futebol moderno’, mas de maneira diferente. Enquanto o rubro-negro mudou sua sede, a equipe do ABC foi vendida para investidores.

Nascido em Itápolis, em 1921, o Oeste disputa competições profissionais da FPF desde 1954, embora somente a partir de 1979 elas se tornaram frequentes. No final dos anos 90 e início dos anos 2000 a equipe cresceu, com a chegada da diretoria que está no comando até hoje, saiu da quinta divisão para a elite. Além do crescimento estadual, também conseguiu acessos nacionais, chegando até a Série B do Campeonato Brasileiro.

Fato é que a pequena Itápolis, de apenas 40 mil habitantes, teve dificuldade de sustentar o porte do clube. Com o Estádio dos Amaros sem condições de sediar os jogos da equipe por falta das estruturas exigidas pelas federações, o Oeste migrou para Barueri em 2017. Desde então, a arena local é a casa do clube. Apesar da mudança, o presidente Ernesto Garcia, o vice Mauro Guerra – desde 1997 – e o diretor de futebol Cidão – desde 2005 – seguem tocando o Rubrão, que em 2019 recebeu uma sondagem de compra da Red Bull que posteriormente acertou com o Bragantino.

O São Bernardo FC é um clube relativamente novo. Fundado já como Ltda. no final de 2004, a equipe contou com o apoio da prefeitura local para conseguir chegar à elite em 2011. A troca de prefeito, porém, começou a gerar um desgaste com os administradores do clube, que chegou ao ápice em 2019, quando a prefeitura de São Bernardo do Campo cumpriu determinação do Ministério Público e o Tigre precisou retirar toda a estrutura que mantinha no estádio Primeiro de Maio.

Ao final do ano, então, o São Bernardo FC foi vendido e passou a ter o comando da Gold Sport, braço esportivo da fabricante de relógios Magnum. A troca de comando fez com que o time passasse a treinar fora da cidade. Nesse ano, após paralisação, o São Bernardo FC chegou a mandar jogos no Brinco de Ouro da Princesa e só retornou ao seu estádio para a fase final. Em entrevista para o Diário do Grande ABC, o presidente Tony Moreno já alegou ter recebido propostas para ir para outra cidade, mas disse que pretende manter o aurinegro na cidade do ABC.

Oeste e São Bernardo FC iniciam a disputa por uma vaga na elite nesta segunda-feira (24), às 20h, no estádio Primeiro de Maio. Na quinta-feira (27), os times voltam a se encontrar na Arena Barueri, às 21h.

SÉRIE A2: RIO CLARO X ÁGUA SANTA TEM HISTÓRIA DE SÉRGIO GUEDES COMO DESTAQUE

Ruben Fontes Neto

Enfrentar o time do coração é até comum no futebol, mas quando jogo é decisão certamente torna o peso bastante diferente. Na semifinal da Série A2 do Campeonato Paulista, Rio Claro e Água Santa se enfrentam com um personagem em destaque: o técnico Sérgio Guedes. Rio-clarense e torcedor declarado do Azulão, ele é o comandante da equipe de Diadema.

Continuar lendo “SÉRIE A2: RIO CLARO X ÁGUA SANTA TEM HISTÓRIA DE SÉRGIO GUEDES COMO DESTAQUE”

SÉRIE A2: OESTE, ÁGUA SANTA E RIO CLARO CONFIRMAM FAVORITISMO; SÃO BERNARO FC ELIMINA O ATIBAIA

Quem foi melhor nos jogos de ida das quartas de final se deu melhor. Rio Claro, São Bernardo FC e Água Santa não repetiram o resultado, mas avançaram. No outro jogo, o Oeste venceu o XV de Piracicaba e confirmou a sua classificação ainda no tempo normal.

Continuar lendo “SÉRIE A2: OESTE, ÁGUA SANTA E RIO CLARO CONFIRMAM FAVORITISMO; SÃO BERNARO FC ELIMINA O ATIBAIA”

SÉRIE A2: RIO CLARO, SÃO BERNARDO FC E ÁGUA SANTA VENCEM; XV E OESTE EMPATAM

Os jogos de ida das quartas de final da Série A2 do Campeonato Paulista aconteceram todos nesta terça-feira. As equipes de melhor campanha, que jogaram fora de casa, conseguiram bons resultados. Rio Claro e Água Santa conseguiram vencer fora de casa e abriram boa vantagem. O Oeste volta para Barueri com um empate. A exceção foi o Atibaia, derrotado pelo São Bernardo FC.

Continuar lendo “SÉRIE A2: RIO CLARO, SÃO BERNARDO FC E ÁGUA SANTA VENCEM; XV E OESTE EMPATAM”

ATIBAIA É A NOVIDADE ENTRE QUADRIFINALISTAS; CONFIRA O HISTÓRICO DE CADA UM NA SÉRIE A2

Ruben Fontes Neto

Os oito quadrifinalistas da Série A2 foram definidos e agora buscam o acesso ao Paulistão. No geral, os classificados estão acostumados a disputar fases decisivas da Série A2 e acumulam muitos acessos na história. A exceção é o Atibaia, fundado em 2005 e que pela primeira vez chega tão perto da elite.

Continuar lendo “ATIBAIA É A NOVIDADE ENTRE QUADRIFINALISTAS; CONFIRA O HISTÓRICO DE CADA UM NA SÉRIE A2”

OESTE DOMINA, ÁGUA SANTA INVICTO E OUTRAS CURIOSIDADES DA PRIMEIRA FASE DA SÉRIE A2

Ruben Fontes Neto

A primeira fase da Série A2 chegou ao fim. Apenas sete equipes – classificado, o Red Bull Brasil não pode subir – seguem em busca do acesso para o Paulistão. Destaques na fase inicial, o Oeste fez uma das melhores campanhas da história, enquanto o Água Santa terminou invicto. Por outro lado, Sertãozinho e EC São Bernardo voltam para a Série A3. Confira o que de principal aconteceu nas 15 primeiras rodadas:

Continuar lendo “OESTE DOMINA, ÁGUA SANTA INVICTO E OUTRAS CURIOSIDADES DA PRIMEIRA FASE DA SÉRIE A2”

SÉRIE A2: QUATRO DAS OITO VAGAS E REBAIXAMENTOS ESTÃO DEFINIDOS; VEJA PROJEÇÃO DA RODADA FINAL

A 14ª e penúltima rodada da primeira fase da Série A2 foi disputada na tarde desta quarta-feira (12) e definiu a situação da maioria das equipes que disputam a competição. Além de Oeste e Água Santa, Rio Claro e Atibaia também garantiram a classificação antecipada. Por outro lado, EC São Bernardo e Sertãozinho estão rebaixados antes da rodada final. Confira a situação de cada equipe na rodada final:

Continuar lendo “SÉRIE A2: QUATRO DAS OITO VAGAS E REBAIXAMENTOS ESTÃO DEFINIDOS; VEJA PROJEÇÃO DA RODADA FINAL”

HISTÓRIA: HÁ 10 ANOS, FINAL DA SÉRIE A2 REUNIA NOMES CONHECIDOS E TINHA DESFECHO EMOCIONANTE

Há 10 anos, a Série A2 tinha uma de suas melhores finais da história. A decisão entre XV de Piracicaba e Guarani em jogo único confrontou dois dos mais tradicionais times do interior paulista. Em campo, jogadores que fariam história nos anos seguintes. No jogo, empate no tempo normal, prorrogação e título definido apenas nos pênaltis.

Continuar lendo “HISTÓRIA: HÁ 10 ANOS, FINAL DA SÉRIE A2 REUNIA NOMES CONHECIDOS E TINHA DESFECHO EMOCIONANTE”

ÁGUA SANTA É O ÚLTIMO INVICTO DE 2021 ENTRE TIMES DAS SÉRIES A1, A2 E A3

O Água Santa é o último invicto do futebol paulista em 2021 considerando os 48 times das três principais divisões do futebol paulista. Após 11 jogos na Série A2, o time de Diadema ainda não foi derrotado. O penúltimo a perder a invencibilidade foi o Desportivo Brasil, superado pelo Barretos na sétima rodada da Série A3, disputada nesta terça-feira (4).

Em 11 jogos realizados até o momento em 2021, o Água Santa venceu sete e empatou quatro. Na próxima rodada terá um desafio importante, já que encara o Oeste, líder da Série A2.

Confira abaixo quando as equipes que disputam as séries A1, A2 e A3 perderam a invencibilidade na temporada 2021:

Desportivo Brasil: 04/05 (6J) – Série A3
Atibaia: 30/04 (9J) – Série A2
Noroeste: 29/04 (4J) – Série A3
Batatais: 29/04 (4J) – Série A3
Oeste: 28/04 (8J) – Série A2
XV de Piracicaba: 28/04 (8J) – Série A2
Rio Claro: 24/04 (6J) – Série A2
São Bernardo FC: 24/04 (6J) – Série A2
Juventus: 20/04 (4J) – Série A2
Palmeiras: 14/04 (6J*) – Série A1
Corinthians: 13/04 (8J**) – Série A1

*inclui jogos da Recopa Sul-Americana e Supercopa do Brasil. Jogo da Supercopa do Brasil foi considerado empate
**inclui jogos da Copa do Brasil

SÉRIE A2 – 11ª RODADA: OESTE E ÁGUA SANTA SE CLASSIFICAM; SERTÃOZINHO SE APROXIMA DO REBAIXAMENTO

Rebaixados em 2019, Oeste e Água Santa seguem firmes para repetir o feito que São Caetano e São Bento conquistaram na temporada passada (retornar no ano seguinte pós-queda). Os times de Barueri e Diadema são os primeiros classificados para as quartas de final. No outro extremo da tabela, EC São Bernardo e Sertãozinho estão cada vez mais perto do retorno para a Série A3.

Continuar lendo “SÉRIE A2 – 11ª RODADA: OESTE E ÁGUA SANTA SE CLASSIFICAM; SERTÃOZINHO SE APROXIMA DO REBAIXAMENTO”

SÉRIE A2: OESTE E ATIBAIA SÃO OS MELHORES DA ‘CORRIDA DE 100 METROS’

Foram seis jogos em 11 dias. O que muitos chamam de maratona, mais pareceu uma corrida de 100 metros, tamanha a velocidade com que o calendário da Série A2 correu. Após um período insano, que chegou ao fim, Oeste e Atibaia saem como os maiores vencedores, enquanto o Red Bull Brasil foi quem mais perdeu posições.

Continuar lendo “SÉRIE A2: OESTE E ATIBAIA SÃO OS MELHORES DA ‘CORRIDA DE 100 METROS’”

SÉRIE A2 – 9ª RODADA: LÍDERES TROPEÇAM, JUVENTUS FAZ ESCALADA E PORTUGUESA ENCOSTA NO G8

Juventus

A nona rodada da Série A2 teve poucos gols, mas não deixou de ser movimentada. O Oeste perdeu a invencibilidade, mas segue líder, já que os outros ponteiros também tropeçaram. O Juventus foi um dos poucos times a vencer a conseguiu saltar na classificação, que também viu a Portuguesa encostar no G8.

Os quatro primeiros colocados acabaram tropeçando na rodada. O Oeste perdeu, mas segue líder porque o Água Santa apenas empatou com o Rio Claro. O Atibaia subiu para a terceira colocação após também ficar na igualdade contra o EC São Bernardo, enquanto o XV de Piracicaba foi derrotado pela primeira vez no campeonato, em casa, para o Taubaté.

A maior subida, porém, foi do Juventus. A equipe enfrentou o lanterna Sertãozinho e após sair atrás do placar conseguiu a virada. O resultado fez com que o time saltasse da 9ª para a 5ª colocação.

Quem também venceu foi a Portuguesa. A vitória simples sobre o líder Oeste fez com que a Lusa ficasse apenas um ponto atrás do G8. Com um confronto direto na próxima rodada, o time rubro-verde pode voltar à zona de classificação após sete rodadas.

Por fim, Velo Clube e Taubaté também conseguiram vitórias importantes, que os afastam da zona de rebaixamento, atualmente ocupada por EC São Bernardo e Sertãozinho.

Confira os resultados e a classificação da 9ª rodada:

EM RODADA DE EMPATES, ATIBAIA GOLEIA E SERTÃOZINHO SE COMPLICA

Se a rodada anterior não teve nenhum empate, a 8ª jornada da Série A2 registrou cinco igualdade nos oito jogos realizados. Após vencer um duelo direto com o Rio Claro, o Atibaia já subiu para o terceiro lugar. O Oeste perdeu os 100% de aproveitamento, mas segue na liderança isolada. Já na parte inferior da tabela, o Sertãozinho segue sem vencer e começa a se complicar na luta pela permanência.

Continuar lendo “EM RODADA DE EMPATES, ATIBAIA GOLEIA E SERTÃOZINHO SE COMPLICA”

SÉRIE A2 – 7ª RODADA: PORTUGUESA E AUDAX VENCEM A PRIMEIRA; OESTE SEGUE 100% EM RODADA SEM EMPATES

A sétima rodada da Série A2, disputada em sua totalidade neste sábado (24), teve fatos inéditos. Portuguesa e Osasco Audax conseguiram a primeira vitória enquanto Rio Claro e São Bernardo FC perderam a invencibilidade. Já o Oeste segue com 100% de aproveitamento após ganhar mais uma, mas ainda vê o Água Santa na cola. Curiosamente, nos oito jogos realizados, não houve empates.

Continuar lendo “SÉRIE A2 – 7ª RODADA: PORTUGUESA E AUDAX VENCEM A PRIMEIRA; OESTE SEGUE 100% EM RODADA SEM EMPATES”

SÉRIE A2 – 6ª RODADA: DISTÂNCIA DOS LÍDERES PARA O PELOTÃO INTERMEDIÁRIO AUMENTA

A Série A2 do Campeonato Paulista teve toda a sua sexta rodada disputada nesta quinta-feira (22). Dos seis primeiros colocados, apenas o XV de Piracicaba não venceu, o que também aconteceu com os times que ocupam a sétima colocação para baixo. Com isso, a distância dos líderes para o pelotão intermediário aumentou e as primeiras classificações começam a se desenhar.

Continuar lendo “SÉRIE A2 – 6ª RODADA: DISTÂNCIA DOS LÍDERES PARA O PELOTÃO INTERMEDIÁRIO AUMENTA”

SÉRIE A2 – 5ª RODADA: RIO CLARO VENCE O DÉRBI E OESTE SE ISOLA NA LIDERANÇA

A Série A2 do Campeonato Paulista voltou a ser disputada após mais de um mês paralisada com os oito jogos sendo disputados nesta terça-feira (20). Na partida de maior destaque da retomada, o Rio Claro venceu o Velo Clube por 4 a 3 no dérbi local. A rodada ainda teve o Oeste se isolando na ponta e o EC São Bernardo somando os primeiros pontos.

O dérbi de Rio Claro foi disputado pela segunda vez fora da cidade (saiba mais no FAQ do dérbi) e teve emoção de sobra. Em um jogo de sete gols, a equipe azulina levou a melhor e saltou para a quarta colocação. Derrotado de virada, o time veslita fica no meio da tabela.

Liderança isolada
Água Santa, XV de Piracicaba e Oeste iniciaram a rodada com 100% de aproveitamento. Os dois primeiros se enfrentaram no interior e não saíram do 0 a 0. O time de Diadema segue sem levar gols após cinco jogos. A liderança, porém, é do Oeste, que venceu mais uma vez (4 a 0 sobre o Red Bull Brasil) e se isolou na ponta.

Mudança na zona de rebaixamento
Sem somar pontos antes da pausa, o EC São Bernardo venceu pela primeira vez no campeonato. Mesmo jogando como mandante em Taubaté, o time do ABC ganhou do Monte Azul de virada e saiu da zona de rebaixamento, que agora é ocupada por Osasco Audax e Sertãozinho, que empataram entre si ontem na Grande São Paulo.

O primeiro time fora da zona de descenso é a Portuguesa. Campeã da Copa Paulista em 2020, a Lusa segue sem vencer e soma apenas três pontos em cinco jogos, sendo a grande decepção do primeiro terço da fase inicial do campeonato.

Confira os resultados e classificação da 5ª rodada:

FAQ DO DÉRBI RIOCLARENSE: SAIBA TUDO SOBRE O CONFRONTO RIO CLARO X VELO CLUBE

Ruben Fontes Neto

Quem é maior: Rio Claro ou Velo Clube? A pergunta que já dura mais de 100 anos ganhará um novo capítulo nesta terça-feira (20), quando a Série A2 retornará com o dérbi rioclarense como atrativo mais que especial. O 1902futebol preparou um especial com tudo o que você precisa saber sobre o histórico do confronto para, se quiser, responder a pergunta.

Continuar lendo “FAQ DO DÉRBI RIOCLARENSE: SAIBA TUDO SOBRE O CONFRONTO RIO CLARO X VELO CLUBE”

SÉRIES A2 E A3 DEVEM RETORNAR NA PRÓXIMA SEMANA; CONFIRA DETALHES

As séries A2 e A3 do Campeonato Paulista devem voltar a serem disputadas na próxima semana. Essa, pelo menos, é a expectativa da Federação Paulista de Futebol. Fontes ouvidas pelo 1902futebol confirmaram que a possibilidade dos campeonatos serem retomados é grande, restando apenas uma posição oficial do governo estadual. A segunda divisão retornaria já na segunda-feira (19), enquanto a terceira deverá ter o seu reinício marcado para a quinta-feira (22).

Na quarta-feira, dirigentes foram informados pelo vice-presidente da FPF, Mauro Silva, que a entidade havia recebido a permissão do Ministério Público quanto às mudanças no protocolo sanitário em relação ao Paulistão (clique aqui e sabia mais). Os clubes teriam pedido para que os horários dos jogos fossem mais flexíveis – na A1 as partidas estão iniciando a partir das 20h -, além de que nas concentrações pudessem ter dois elementos por quarto ao invés de um, como é na principal divisão.

Planejou-se dentro da entidade a retomada já no fim de semana, mas o governo de São Paulo não se pronunciou oficialmente sobre, o que a FPF espera que ocorra nesta sexta-feira (16). Caso confirmado, a Série A2 retornaria na segunda-feira (19).

Nas últimas reuniões que fez com os clubes da Série A2, a FPF manteve o cronograma com os acessos sendo decididos no dia 19 de maio. As datas das finais ainda não estão confirmadas. Até o momento, foram disputadas quatro rodadas e, para seguir esse calendário, o reinício deve ter jogos a cada dois ou três dias, mas sem alteração da ordem de tabela como aconteceu no Paulistão.

Série A3

O terceiro escalão também vive a expectativa para a volta. A ideia da FPF é retomar o torneio na quinta-feira (22). Como nessa divisão não há clubes disputando o Campeonato Brasileiro, a flexibilização do calendário seria maior. A princípio, o torneio está marcado para terminar no dia 6 de junho. A FPF deve discutir com os clubes se os jogos da primeira fase serão em intervalo maior ou se a final do campeonato será colocada para uma data posterior.

QUATRO JOGOS E QUATRO VITÓRIAS: RELEMBRE OUTRAS VEZES QUE TIMES INICIARAM 100% NA SÉRIE A2

Quatro jogos e quatro vitórias O início de Série A2 de Água Santa, Oeste e XV de Piracicaba tem 100% de aproveitamento. Apesar de três equipes conseguirem o feito nas primeiras rodadas de 2021, a marca é bem difícil de ser conquistada. Desde 2010, apenas três equipes haviam terminado a quarta rodada com 12 pontos. Detalhe: nenhuma delas conquistou o acesso.

O União São João começou com tudo na Série A2 de 2010. O time de Araras venceu Catanduvense (2×1), Atlético Sorocaba (2×0), São José (1×0) e São Bernardo FC (1×0). Mantendo bom desempenho até o fim, terminou a fase inicial na liderança. No quadrangular de acesso, porém, decepcionou e foi o lanterna do grupo, ficando sem o acesso.

Em 2012, o Red Bull Brasil conseguiu manter os 100% de aproveitamento após vitórias sobre União São João (1×0), União Barbarense (3×1), Rio Preto (1×0) e São José (3×1). A equipe ainda venceria na sequência Rio Claro (4×1), Santacruzense (2×1) e Atlético Sorocaba (1×0), chegando a sete vitórias seguidas a partir do início do torneio. Posteriormente, porém, o time perdeu rendimento, se classificou apenas em quarto na primeira fase e perdeu o acesso no quadrangular semifinal.

O terceiro time a conseguir vencer os primeiros quatro jogos foi o Velo Clube, em 2016. A equipe fez o placar mínimo contra União Barbarense, Mirassol, Juventus e Independente. Aos poucos, porém, foi perdendo pontos e posições e terminou a fase inicial com uma sequência de três derrotas e na 10ª colocação, fora do mata-mata.

Sequências atuais
Água Santa, Oeste e XV de Piracicaba mantém os 100% de aproveitamento após quatro rodadas. Porém, tudo deve mudar a partir do retorno do campeonato em 31 de março. Isso porque, logo de cara, XV de Piracicaba e Água Santa se enfrentarão no interior. Já o Oeste receberá o Red Bull Brasil.

Confira como foi o início dos líderes da Série A2:

Água Santa: 2×0 Velo Clube, 1×0 EC São Bernardo, 3×0 Portuguesa e 1×0 Sertãozinho
Oeste: 2×0 EC São Bernardo, 1×0 Monte Azul, 2×1 Osasco Audax e 2×1 Taubaté
XV de Piracicaba: 1×0 Sertãozinho, 3×2 Velo Clube, 1×0 EC São Bernardo e 2×1 Portuguesa

SÉRIE A2: QUATRO VENCEM PELA PRIMEIRA VEZ E LÍDERES SEGUEM 100%

A Série A2 do Campeonato Paulista teve sua quarta rodada disputada no fim de semana. O destaque ficou por conta da vitória do São Bernardo FC no dérbi de São Bernardo do Campo. A dupla rio-clarense Rio Claro e Velo Clube também venceu pela primeira vez no campeonato, assim como o Juventus. Água Santa, Oeste e XV de Piracicaba seguem com 100% de aproveitamento.

No jogo mais esperado da rodada, o São Bernardo FC venceu o EC São Bernardo e conquistou sua primeira vitória na competição. Por outro lado, o rival segue zerado e ocupa a lanterna do torneio.

A rodada também registrou a maior goleada até o momento do torneio, com o Rio Claro fazendo 4 a 1 no Red Bull Brasil em Bragança Paulista. Essa também foi a primeira vitória da equipe, que agora também tem o artilheiro do torneio após Jair marcar mais uma vez

Com vitórias sobre Portuguesa, Monte Azul e Sertãozinho, respectivamente, XV de Piracicaba, Oeste e Água Santa seguem com 100% de aproveitamento. O time de Diadema, ainda sem sofrer gols no torneio, lidera.

Confira abaixo os números da Série A2:

Jogos: 32
Vitória de Mandantes: 11
Vitória de Visitantes: 10
Empates: 11
Resultado mais frequente: 0x0, 0x1, 1×0 e 1×1 (4)
Maior goleada: Red Bull Bragantino 1×4 Rio Claro (4ªR)

Gols: 68 (média 2,13)
Gols de mandantes: 32
Gols de visitantes: 36
Gols no 1º tempo: 34
Gols no 2º tempo: 34
Gols de pênaltis: 6
Gols de falta: 2

Melhores ataques: Oeste, Água Santa e Rio Claro (7 gols marcados)
Pior ataque: EC São Bernardo (0 gols marcados)
Melhor defesa: Água Santa (0 gols sofridos)
Pior defesa: Portuguesa (8 gols sofridos)

Artilheiros
3 gols: Jair (Rio Claro)
2 gols: Kadu e Lucas Duni (Velo Clube), Dener (Sertãozinho), Denilson (Rio Claro), Iago Teles (Red Bull Brasil), Juninho Potiguar e Marlyson (XV de Piracicaba), Léo Costa (Portuguesa Santista), Luiz Fernando (Taubaté), De Paula (Oeste), Raphael Luz (Portuguesa) e Renato Júnior (Água Santa)

Confira os resultados e classificação da 4ª rodada:

SÉRIE A2 TEM PRIMEIRA VITÓRIA POR TRÊS GOLS E VISITANTES FAZENDO A FESTA

A terceira rodada da Série A2 foi disputada nesta quarta-feira (10) com todas as 16 equipes em campo. Dos oito jogos, quatro terminaram empatados e apenas o Oeste conseguiu vencer jogando em seus domínios. O time é um dos líderes do torneio. Os outros são o XV de Piracicaba e o Água Santa, que fez o placar mais elástico da competição até o momento.

Após três rodadas, apenas sete equipes conseguiram vencer na competição. Três delas – Água Santa, Oeste e XV de Piracicaba – mantém 100% de aproveitamento e dividem a liderança do torneio. O time de Diadema, que ainda não sofreu gols, leva vantagem no saldo de gols (6x4x3). O Netuno fez o placar mais elástico da competição ao vencer a Portuguesa por 3 a 0, no Canindé

O fator casa não funcionou na rodada, já que somente o Oeste fez o dever e venceu jogando em seu domínio. Dos quatro empates, três não tiveram as redes balançando. Com isso a média de gols do campeonato despencou de 2,44 para 2,13. Confira abaixo os números do campeonato:

Jogos: 24
Vitória de Mandantes: 7
Vitória de Visitantes: 7
Empates: 10
Resultado mais frequente: 0x0 (4)
Maior goleada: Portuguesa 0x3 Água Santa (3ªR)

Gols: 52 (média 2,13)
Gols de mandantes: 24
Gols de visitantes: 27
Gols no 1º tempo: 27
Gols no 2º tempo: 24
Gols de pênaltis: 5
Gols de falta: 2

Melhores ataques: Oeste e Água Santa (6 gols marcados)
Pior ataque: EC São Bernardo (0 gols marcados)
Melhor defesa: Água Santa (0 gols sofridos)
Pior defesa: Velo Clube (7 gols sofridos)

Artilheiros
2 gols: Jair (Rio Claro), Dener (Sertãozinho), Iago Teles (Red Bull Brasil), Léo Costa (Portuguesa Santista), De Paula (Oeste), Marlyson (XV de Piracicaba) e Renato Júnior (Água Santa)

Confira os resultados da rodada e classificação do campeonato:

APÓS DUAS RODADAS, SÉRIE A2 TEM 10 INVICTOS E NENHUMA GOLEADA

Torneio marcado pelo equilíbrio, a Série A2 do Campeonato Paulista não surpreende em seu início em 2021. O campeonato já teve duas rodadas disputadas e, das 16 equipes, 10 ainda estão invictas. O torneio também não registrou nenhuma vitória por três ou mais gols de diferença.

Após dois jogos realizados por cada equipe, três equipes tem pontuação máxima: Oeste, Água Santa e XV de Piracicaba. Por outro lado, quatro times não pontuaram: Sertãozinho, Velo Clube, Taubaté e EC São Bernardo.

Dos 10 jogos que terminaram em vitória, sete deles teve a margem mínima de diferença, enquanto três tiveram diferença de dois gols. Apesar disso, a média de gols do campeonato é de 2,44 por partida. Na segunda rodada, foram 23 gols em oito jogos, média de quase três por partida.

Confira os números gerais do torneio:

Jogos: 16
Vitória de Mandantes: 6
Vitória de Visitantes: 4
Empates: 6
Resultado mais frequente: 1×1 (3)

Gols: 39 (média 2,44)
Gols de mandantes: 20
Gols de visitantes: 19
Gols no 1º tempo: 20
Gols no 2º tempo: 19
Melhor ataque: Oeste, XV de Piracicaba e Portuguesa Santista (4 gols marcados)
Melhor defesa: Água Santa (0 gols sofridos)

Artilheiros
2 gols: Jair (Rio Claro), Iago Teles (Red Bull Bragantino), Léo Costa (Portuguesa Santista), De Paula (Oeste) e Marlyson (XV de Piracicaba)

Confira a classificação do campeonato:

ATLETAS E TÉCNICOS DAS DIVISÕES DE ACESSO FALAM SOBRE POSSÍVEL PARALISAÇÃO DO FUTEBOL

O crescente número dos casos de covid-19 no Brasil volta a deixar o futebol em xeque. Após uma paralisação de quatro meses em 2020, o futebol paulista volta a conviver com uma ameaça de uma nova parada. O Ministério Público já prepara uma carta para a CBF pedindo a suspensão de todos os campeonatos. Não se sabe se a paralisação, se acatada, seria imediata ou após a rodada a ser disputada no próximo fim de semana. A FPF se mostra contrária, mesmo com os casos ocorrendo em diversos clubes.

Em contato com alguns atletas e treinadores das divisões de acesso do Campeonato Paulista, o 1902futebol apurou que grande parte é contraria a uma nova paralisação. De acordo com o protocolo da FPF, atletas e comissões técnicas são testados toda semana

Alex Reinaldo, atleta do Água Santa, comentou sobre o protocolo seguido pelos clubes. “Sou totalmente contra. Sei que vivemos um momento difícil, mas fazemos exames toda semana, então se há alguém seguro somos nós atletas, porque estamos nos prevenindo”, disse.

Técnico do XV de Piracicaba, Moisés Egert espera que os profissionais possam ser ouvidos antes de qualquer decisão ser tomada. “É um efeito dominó. Quando que vai voltar se parar? Temos que trabalhar. O nosso ambiente, com protocolo, exames, eu acho que é o ideal. O trabalho é o local mais seguro nosso. Sei que o momento é delicado, tem gente morrendo. O que não pode é se impor. Tem que perguntar para nós o que queremos. Pelo que tenho conversado com amigos treinadores, mesmo que seja dividido, a maioria ia prevalecer. As entidades que cuidam do futebol tem que mostrar apoio aos protocolos. Colocar a mão no bolso, manter as competições, os empregos de quem trabalha e precisa honrar os seus compromissos. Os estaduais precisam continuar. Caso haja muitos casos em um clube, que se adie a partida para ninguém ser severamente prejudicado”, declarou.

Também antes da estreia da Série A3, o técnico Fahel Júnior também opinou. “Sou a favor da paralisação do futebol, mas tem que parar tudo. Não adianta parar o futebol e o resto continuar funcionando. Estamos perdendo amigos, não me sinto seguro. A Série A3 ainda não começou. Está na mão da federação. Não adianta começar sábado e paralisar em seguida. Tivemos dois casos de covid no elenco. Um dos casos, o atleta testou negativo na sexta, mas se sentiu mal durante essa semana, fez um novo teste particular e deu positivo. Estava relacionado e iria viajar conosco. O protocolo é bom, mas há falhas”, contou.

Após o início do Paulistão e do Paulistão A2, alguns clubes já tiveram casos positivos de covid. O Corinthians sofre com um surto que já atinge 21 pessoas no departamento de futebol. A Ponte Preta divulgou hoje que quatro atletas também testaram positivo. O Santos, que tinha Marinho em quarentena, também informou que Pará testou positivo. O Rio Claro teve desfalques na primeira rodada e já tem mais casos confirmados, incluindo o técnico Alberto Felix. O Taubaté também confirmou que o meia Marcelinho testou positivo em teste realizado na segunda-feira. Ele esteve em campo no dia seguinte em jogo contra o Red Bull Brasil. O resultado saiu apenas nesta quinta-feira.

O Regulamentos Geral dos torneios da FPF cita W.O. caso os times não possam atuar. O capítulo I, parágrafo 4º diz: A equipe que causar a não realização de uma partida por descumprimento dos Protocolos de Treinamentos e de Operação de Jogos, a exemplo da falta de Atletas em condições de saúde para sua disputa, será punível com W.O., sem prejuízo de eventual sanção disciplinar, após oportuna apreciação do caso pela Justiça Desportiva.

ATUALIZAÇÃO
Em 11 de março, o governador João Dória declarou que seguirá uma recomendação do Ministério Público de São Paulo e os jogos em todo o Estado de São Paulo estão proibidos por 15 dias a partir de segunda-feira (15). As equipes seguirão em treinamentos. Com isso, os jogos Marília x Criciúma-SC e Mirassol x Red Bull Bragantino, válidos pela primeira fase da Copa do Brasil deverão ocorrer em outros Estados. A FPF disse que uma nova tabela será debatida na segunda-feira, após reunião com o Governo e MP e posteriormente com os clubes.

SÉRIE A2 – RESUMO DA 1ª RODADA: REBAIXADOS VENCEM PROMOVIDOS E LIDERAM

A primeira rodada da Série A2 do Campeonato Paulista colocou frente a frente rebaixados da elite no ano anterior contra os times que vieram da Série A3. Em ambos os jogos, os times que caíram levaram a melhor. A rodada ainda contou com dois empates em 2 a 2.

Rebaixados no Paulistão no ano passado, Água Santa e Oeste estrearam vencendo por 2 a 0 Velo Clube e EC São Bernardo, campeão e vice da A3 em 2020, respectivamente. Eles dividem a liderança com o Red Bull Brasil que também fez o mesmo placar sobre o Taubaté no primeiro jogo do time em Bragança Paulista.

Outros times que iniciaram com vitória foram Atibaia e XV de Piracicaba. O time laranja contou com um belo gol de Luan, ex-Palmeiras, enquanto o o time alvinegro contou com um pênalti convertido com Marlyson no final da partida contra o Sertãozinho.

Os jogos com mais gols aconteceram em Rio Claro e Santos, onde Rio Claro e Portuguesa Santista enfrentaram São Bernardo FC e Portuguesa. Ambas as partidas terminaram em 2 a 2.

O único jogo sem gols da rodada foi em Osasco, onde o Osasco Audax recebeu o Juventus.

Resumo da 1ª rodada
Jogos: 8
Vitória dos Mandantes: 2
Vitória de Visitantes: 3
Empates: 3
Resultado mais frequente: 2×0 (3)

Gols: 16 (média 2,00)
Gols de mandantes: 7
Gols de visitantes: 9
Gols no 1º tempo: 7
Gols no 2º tempo: 9

Resultados
Atibaia 1 x 0 Monte Azul
Velo Clube 0 x 2 Água Santa
EC São Bernardo 0 x 2 Oeste
Osasco Audax 0 x 0 Juventus
Rio Claro 2 x 2 São Bernardo FC
Sertãozinho 0 x 1 XV de Piracicaba
Portuguesa Santista 2 x 2 Portuguesa
Red Bull Brasil 2 x 0 Taubaté






SÉRIE A2: CLUBES APOSTAM EM ATLETAS QUE JÁ CONQUISTARAM ACESSOS NA CARREIRA; VEJA A LISTA

Em busca do acesso para o Paulistão, os clubes participantes da Série A2 de 2021 foram atrás de atletas que já conseguiram o feito em suas carreiras. Ao todo, são 71º atletas que buscam repetir o sucesso. Apenas o Red Bull Brasil, único time que não pode subir pelo regulamento, não tem nenhum jogador que já conquistou a promoção. Já a Portuguesa é quem mais aposta nos promovidos, com 10 atletas no total.

Reis do Acesso
Dois jogadores entre os 71 que já conquistaram o acesso são os recordistas: Jobinho e Velicka. O primeiro vestirá a camisa do Rio Claro, time pelo qual conquistou o acesso em 2013. Também subiu com Rio Branco, Bragantino e Santo André. Já Velicka coleciona acessos com Monte Azul, Linense, Comercial e Audax, e, em 2021, defenderá o Sertãozinho.

Confira abaixo a lista completa dos atletas que já conquistaram os acessos em edições anteriores e estarão presentes na Série A2 de 2021:

Água Santa (7 / 11)
Oliveira (1 – Barueri 2006)
Rodrigo Sam (1 – Marília 2014)
Alex Reinaldo (3 – União Barbarense 2012, São Caetano 2017 e 2020)
Luis Ricardo (1 – Portuguesa 2013)
João Paulo (3 – XV de Piracicaba 2010, Rio Claro 2013 e São Bento 2014)
Lelê (1 – Oeste 2015)
Bambam (1 – São Bento 2020)

Atibaia (3 / 3)
Jeferson Reis (1 – Capivariano 2014)
Jean Pablo (1 – Inter de Limeira 2019)
Paraíba (1 – Mirassol)

Juventus (4 / 4)
André Dias (1- Noroeste 2010)
Apodi (1 – Santo André 2016)
Will (1 – Santo André 2019)
Joel Vinicius (1 – São Caetano 2020)

Monte Azul (2 / 3)
Elvis (1 – Inter de Limeira – 2009)
Gilsinho (2 – Barueri 2006 e Linense 2010)

Oeste (3 / 5)
Rodolfo (2 – Ferroviária 2015 e Oeste 2018)
Sandoval (2 – São Caetano 2017 e 2020)
Salomão (1 – Guarani 2018)

Osasco Audax (2 / 2)
Rodrigo Sabiá (1 – Sorocaba 2012)
Jorge Eduardo (1 – Audax 2013)

Portuguesa (10 / 12)
Dheimison (2 – Audax 2013 e Água Santa 2015)
Thomazella (1 – Santo André 2019)
Gilberto Alemão (2 – Rio Claro 2013 e Bragantino 2017)
Fabricio (1 – Monte Azul 2009)
Denis Neves (1 – Santo André 2019)
Fabricio (1 – Santo André 2019)
Rapahel Toledo (1 – Santo André 2019)
Raphael Luz (1 – Oeste 2018)
Maikinho (1 – Santo André 2019)
Erminio (1 – São Caetano 2017)

Portuguesa Santista (8 / 8)
João Gabriel (1 – Rio Claro 2013)
Diego Borges (1 – XV de Piracicaba 2011)
Renan (1 – Novorizontino 2015)
Brumati (1 – Rio Preto 2007)
Léo Costa (1 – Santo André 2008)
França (1 – Inter de Limeira 2009)
Rodriguinho (1 – Rio Branco 2009)
Bruninho (1 – Atlético Sorocaba 2012)

Red Bull Brasil (0)

Rio Claro (6 /11)
Rafael Pascoal (1 – Bragantino 2017)
Acácio (1 – São Caetano 2020)
Juliano (2 – União Barbarense 2012 e Bragantino 2017)
Bruno Formigoni (2 – Red Bull Brasil 2014 e Inter de Limeira 2019)
Jair (1 – São Bento 2019)
Jobinho (4 – Rio Branco 2009, Rio Claro 2013, Bragantino 2017 e Santo André 2019)

EC São Bernardo (5 / 6)
Dudu (1 – São Caetano 2020)
Diego (1 – Portuguesa 2013)
Dudu Lima (1 – São Bernardo FC 2012)
Victor Sapo (1 – Santo André 2019)
Raul (2 – São Bernardo FC 2012 e Red Bull Brasil 2014)

São Bernardo FC (3 / 4)
Leandro Amaro (2 – Mirassol 2016 e Oeste 2018)
Patrick (1 – Ferroviária 2015)
Thiago Primão (1 – São Bento 2020)

Sertãozinho (3 / 6)
João Guilherme (1 – Comercial 2013)
Malcoon (1 – Inter de Limeira 2019)
Velicka (4 – Monte Azul 2009, Linense 2010, Comercial 2011, Audax 2013)

Taubaté (4 / 4)
Rhuan (1 – Santo André 2019)
Oliveira (Inter de Limeira 2019)
Doni (1 – Rio Claro 2013)
Betinho (1 – Oeste 2018)

Velo Clube (3 / 3)
Eduardo (1 – Novorizontino)
Judson (1 – São Bernardo FC 2012)
Luis Roberto (1 – Inter de Limeira 2019)

XV de Piracicaba (8 / 10)
Tom (1 – Novorizontino)
Renan Dutra (1 – São Caetano 2020)
Gustavo (1 – São Caetano 2020)
Maicon Souza (1 – Rio Claro 2009)
Baraka (1 – Oeste 2008)
Mazinho (2 – Oeste 2008 e 2018)
Guilherme Garré (2 – Santo André 2016 e 2019)
Jean Dias (1 – São Caetano 2020)

*com informações do site ogol.com.br

SÉRIE A2: TÉCNICOS QUE INICIAM TORNEIO JÁ ACUMULAM 12 ACESSOS

A Série A2 do Campeonato Paulista começa no próximo sábado (21) e, dos 16 técnicos que iniciam a competição, metade já tem um acesso conquistado para o Paulistão em seus currículos. Luciano Dias, com quatro, é o recordista.

Comandante do Monte Azul na edição de 2021, o técnico acumula quatro subidas para o Paulistão. A primeira delas aconteceu em 2007, com o Rio Preto. No ano seguinte foi o comandante do Botafogo. Repetiu o feito em 2010, com o Noroeste, e pela última vez em 2012, com o São Bernardo FC.

Quem também tem mais de um acesso conquistado na divisão é Moisés Egert. Comandante do XV de Piracicaba em 2021, foi pelo mesmo clube que conquistou o seu primeiro acesso e título 10 anos atrás. Em 2016, voltou a subir, dessa vez com o Mirassol.

Outros seis treinadores conquistaram o acesso uma única vez, sendo três deles pelo Santo André: Sérgio Soares (2008), Toninho Cecílio (2016) e Fernando Marchiori (2019). Na atual edição eles comandam Juventus, Taubaté e Portuguesa, respectivamente. Roberto Cavalo, técnico do Oeste em 2021, levou o time à elite em 2018. Já a dupla rioclarense será comandada por Alberto Félix (campeão com o Bragantino em 2017) e João Vallim (acesso com a Inter de Limeira em 2019).

Confira abaixo os técnicos da Série A2 2021: